O Partido Verde esteve reunido nesse sábado em Paty do Alferes para dar continuidade ao seu processo de organização interna. Com a presença dos representantes das direções municipais das cidades Volta Redonda, Engenheiro Paulo de Frontin, Resende, Barra Mansa, Pinheiral, Itatiaia, Porto Real, Quatis, Rio Claro e da cidade anfitriã, tendo a coordenação da Presidente Estadual do PV, Carla Piranda, os militantes verdes se encontraram no Centro Cultural Maestro José Figueira.

Recepcionados pelo Prefeito de Paty do Alferes e Presidente do PV na cidade, Juninho Bernardes, o grupo discutiu os rumos do partido nos próximos dois anos e as estratégias para uma maior inserção na sociedade fluminense. Com a eleição de quatro prefeitos: Paty do Alferes, São José do Vale do Rio Preto, Volta Redonda e Niterói, o Partido Verde foi uma das agremiações que mais cresceu no estado. Fica nitido que pesou na escolha dos eleitores o fato do PV ser um dos poucos partidos que não tem nenhum dos seus membros citados na Operação Lava-Jato.

Mas a discusão que tomou conta da reunião foi o processo de eleições internas do partido. No encontro em que participaram também o Coordenador do Vale do Café, Ricardo Balthazar, a Coordenadora da Região Sul Julia Duppre e os dirigentes estaduais André Luz e Dora Cordeiro, foram colocadas as regras aprovadas pelo diretório estadual que conduzirão o processo de escolha dos novos integrantes dos diretórios municipais e dos delegados que votarão na nova direção estadual. Carla Piranda enfatizou o fortalecimento democrático da sigla com essas eleições nas quais poderão votar todos os filiados com mais de dois anos de inscrição.